Bispos, coordenadores de pastoral e ecônomos das Dioceses do Regional Sul 4 participam de encontro fraterno

Paróquia Santa Cruz recebe Visita Pastoral de Dom Cleocir Bonetti
8 de julho de 2024
Padre Luiz Pierdoná celebra 60 anos de ordenação sacerdotal
9 de julho de 2024
Paróquia Santa Cruz recebe Visita Pastoral de Dom Cleocir Bonetti
8 de julho de 2024
Padre Luiz Pierdoná celebra 60 anos de ordenação sacerdotal
9 de julho de 2024

Bispos, coordenadores de pastoral e ecônomos das Dioceses do Regional Sul 4 participam de encontro fraterno

A Diocese de Joaçaba acolheu entre os dias 1 e 4 de julho, o Encontro Regional dos Bispos, Ecônomos e Coordenadores Diocesanos de Pastoral das 10 Dioceses que compreendem o Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em todo o estado de Santa Catarina.

O encontro abordou o tema “Uma comunhão que cura, promove e fortalece os vínculos interpessoais” (EG, n. 67) e teve como propósito algumas definições estratégicas acerca da ação evangelizadora da Igreja em Santa Catarina, bem como, momentos de convivência fraterna com atrações culturais e atividades externas.

No total, a Diocese de Joaçaba recebeu 12 bispos, 10 ecônomos e 10 coordenadores diocesanos de pastoral, além do secretário executivo do Regional Sul 4, Padre Antônio Madeira.

A Diocese de Caçador esteve representada pelo bispo Dom Cleocir Bonetti e pelo padre Valmor José de Deus, coordenador diocesano de pastoral.

“Acolhemos com muito carinho todos os nossos bispos, ecônomos e coordenadores de pastoral para estes dias de união, convivência e fraternidade da Igreja Católica em Santa Catarina neste momento especial em que celebramos o Jubileu de Ouro da Diocese de Joaçaba”, afirmou Dom Frei Mário Marquez, bispo da Diocese de Joaçaba.

Dom Guilherme Antonio Werlang,bispo de Lages destacou a importância desses encontros com muitas horas de reuniões de estudo, reflexão, planejamento comum, mas também de oração, lazer, diversão e de muita conversa, diálogo e alegria. “Podemos ser muito diferentes e distintos em nosso modo de ser, mas aqui nos sentimos verdadeiramente irmãos e corresponsáveis, como pastores por esta porção do Povo de Deus de nosso Estado e da Igreja que aqui se encontra. São sempre de dois a três dias de graça e bênção para cada um de nós. Temos muita entreajuda e partilha”, disse.

Estratégias para a ação evangelizadora da Igreja

 O encontro, seguindo o formato dos anos anteriores, dividiu parte da programação entre reuniões privativas do episcopado, dos coordenadores diocesanos de pastoral, dos ecônomos e momentos de confraternização.

Os bispos discutiram a apresentação e aprovação da carta “Eleições 2024: Compromisso e Esperança”, o acompanhamento das Comissões Episcopais, a aprovação do Regulamento Regional, além de reuniões específicas com coordenadores de pastoral e ecônomos.

Os coordenadores de pastoral trataram de temas como o Instrumento Laboris das DGAE (2025-2029); o Jubileu 2025 – Peregrinos da Esperança; a instituição do Ministério de Catequistas; o Projeto Vocacional Regional e preparativos para a 61ª Assembleia Regional de Pastoral.

Os ecônomos discutiram questões de Direito Imobiliário, com assessoria do doutor Gustavo Severien, e a parceria entre Edições CNBB e o Regional Sul 4, além de outros assuntos financeiros relevantes para as dioceses.

O encontro promoveu um espaço de comunhão e planejamento entre bispos, coordenadores de pastoral e ecônomos, que trabalharam juntos para alinhar as atividades pastorais do Regional. No encerramento, unificaram-se as reflexões e propostas discutidas ao longo dos dias de reunião.

A programação encerrou com a Santa Missa de Ação de Graças presidida por Dom Augustinho Petry, bispo emérito de Rio do Sul que celebrou seus 59 anos de ordenação presbiteral.

 

Elaine Karch de Almeida

Com informações CNBB Sul 4

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X