Diocese de Caçador se despede de Leoni Terezinha Welicz

Padre Vilmar Gazaniga é o novo administrador paroquial da Paróquia São João Batista de Três Barras
8 de abril de 2021
Comissão Diocesana de Liturgia tem novo referencial eclesiástico
12 de abril de 2021

Diocese de Caçador se despede de Leoni Terezinha Welicz

Com imensa tristeza e profundo pesar, a Diocese de Caçador comunica o falecimento de Leoni Terezinha Welicz, aos 64 anos, ocorrido nesta quinta-feira, dia 08 de abril, vítima de complicações da COVID-19.

Atual coordenadora estadual da Pastoral da Pessoa Idosa, pelo Regional sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Leoni iniciou sua trajetória de trabalhos pastorais na Diocese de Caçador há muitos anos, participando ativamente de atividades diocesanas e especialmente na Catedral São Francisco de Assis.

Uma de suas maiores contribuições foi na articulação e implantação da Pastoral da Pessoa Idosa (PPI), na Diocese de Caçador, um desejo que foi realizado em 2013, com o apoio do então padre João Cláudio Casara, coordenador diocesano de pastoral.

A primeira capacitação ocorreu em maio do mesmo ano, tendo Leoni como coordenadora diocesana. Participou de dois mandatos, até 2019, quando foi eleita coordenadora estadual da Pastoral da Pessoa Idosa.

Leoni lutou muito para que a Pastoral da Pessoa Idosa tivesse uma boa receptividade na diocese, e sua luta alcançou resultados positivos, já que várias paróquias aderiram a implantação da PPI, cujo objetivo era e é capacitar voluntários para a visita domiciliar à pessoa idosa mais fragilizada, levando afeto e sendo ponte entre estes, família e serviços da comunidade. Desde 09 de agosto de 2013, a PPI também tem cadeira no Conselho Municipal de Saúde, do qual Leoni sempre fez parte, inclusive sendo presidente pelo período de um ano. Atualmente Leoni participava como membro do Conselho Municipal do Idoso.

Recentemente, no início de 2020, participou de uma viagem ao Vaticano, onde participou de um congresso e audiência com o papa Francisco. Sua alegria em receber a benção do Santo Padre era contagiante. Com certeza, mais um sonho concretizado.

Através de alguns depoimentos, de pessoas que estiveram mais próximas a ela, todo o povo da Diocese de Caçador homenageia essa grande mulher que deixa um legado de força, coragem, dedicação, alegria e motivação, seus bons frutos semeados ao longo de vários anos dedicados aos trabalhos pastorais. Obrigada, Leoni por sua linda missão!

“Sua partida enche o coração da gente de tristeza e de saudade. Mulher guerreira, entusiasta, dinâmica, comunicadora, cheia de carisma e daquela energia boa que contagiava qualquer grupo em que estava presente. Foi a primeira a se encantar com o trabalho da Pastoral da Pessoa Idosa em nossa Diocese e esteve à frente deste trabalho desde o início. Mesmo após assumir a coordenação Regional, continuou acompanhando os trabalhos na Diocese. Difícil descrever o quanto nos marcou neste tempo e o quanto sentimos sua partida.

Que ela receba o prêmio dos eleitos de Deus, por todo bem que semeou junto aos preferidos de Deus e que a Luz da Fé console a todos que hoje choram sua despedida”.

João Cláudio Casara

 “Querida amiga Leoni! Hoje você descansou! Estamos tristes, muito tristes! Como você fará falta na Pastoral da Pessoa Idosa! Sentiremos também falta do teu otimismo, da sua garra, da sua força de vontade para que tudo ficasse perfeito; desde uma simples reunião, uma capacitação, missa ou um trabalho da cozinha da São Francisco. Tudo era bem planejado e realizado com dedicação e amor. A PPI da Diocese vai continuar, com todas as dificuldades do momento, vamos cumprir nossa missão. Porque você já cumpriu a sua”.

Rita Maria Pelegrinello Carneiro, coordenadora da PPI da Diocese de Caçador

 “Tenho a lembrança da Leoni como uma mulher que amava a vida, era feliz principalmente pelas amizades que tinha e nos ensinava muito pelo seu testemunho de vida. O amor que tinha por todas as pessoas independente de quem fosse, mas principalmente pelos idosos. O grande carinho dela em preparar as celebrações na Casa Lar, a preocupação de levar algum prato e de qual idoso poderia comer o doce ou salgado, por conta da saúde de cada um. Seu grande envolvimento nas atividades da Catedral, especialmente nas promoções. Era sempre a última a sair e primeira a chegar. Gostava de servir a todos. Destaco toda a sua dedicação na preparação da minha ordenação e do padre Eleandro e o envolvimento dela com a minha primeira missa no interior de Timbó Grande, onde esteve presente em uma reunião de preparação, dando ideias, motivando e ajudando. Nos despedimos de uma grande amiga, uma pessoa fantástica, sábia, feliz, que aproveitou a vida da melhor forma. Temos a certeza que muitas coisas boas semeou e vamos dar continuidade, seguindo o exemplo dela, porque ela se esforçou por também seguir Jesus Cristo”.

Padre Edimar Blaskowski

 “Leoni na Paróquia São Francisco de Assis, na Comunidade Catedral, sinônimo de liderança, empenho, dedicação, tudo isso sintetizado no amor. Amor à Igreja, amor às pessoas. Presença indispensável na condução da cozinha. Preocupada na manutenção da qualidade de tudo que se oferecia nas promoções. Preocupação com as pessoas que ajudavam na cozinha, sempre oferecendo alimentação especial a todos. Mulher iluminada com sua criatividade e alegria. Com certeza nunca será esquecida”.

Valmir Alves da Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X