Regional Sul 4 da CNBB e Diocese de Caçador emitem orientações para a prevenção do novo coronavírus e outras doenças

Microrregião de Videira elege novo coordenador
13 de março de 2020
Cáritas Diocesana suspende atendimentos
18 de março de 2020

Regional Sul 4 da CNBB e Diocese de Caçador emitem orientações para a prevenção do novo coronavírus e outras doenças


Em Santa Catarina, dois casos do novo coronavírus foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde, nesta quinta-feira, 12 de março. Os casos confirmados na capital do estado são de uma mulher de 28 anos que retornou da Holanda, na Europa, e de um homem de 34 anos atendido no Hospital Baía Sul e que voltou de uma viagem a Nova Iorque, nos Estados Unidos. Ambos estão sendo monitorados e não necessitaram de internação hospitalar. Ainda existem cerca de 70 casos suspeitos em todo o estado.
No território catarinense, o alerta vale não somente para o Covid-19, nome dado ao novo coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mas também para outras doenças que também estão fazendo muitas vítimas no estado, entre elas a dengue, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, e o Sarampo.
De 29 de dezembro de 2019 a 07 de março de 2020 (último boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC), 215 casos de dengue foram confirmados, sendo considerados 100 municípios infestados pelo mosquito transmissor, a maioria do Oeste do estado. O modo mais eficaz de combater a dengue é eliminar os criadouros do mosquito para combater os focos de acúmulo de água parada. Já o sarampo, doença viral extremamente contagiosa, tem 62 casos confirmados somente este ano, em Santa Catarina, oito em municípios que fazem parte da Diocese de Caçador, conforme dados da DIVE/SC, sendo seis em Porto União, um em Videira e um em Três Barras.
Nesta sexta-feira, 13 de março, em missa celebrada via streaming na capela Santa Marta, no Vaticano, o Papa Francisco rezou pelos doentes, mas também pelos pastores a fim de que tomem medidas que não deixem o povo de Deus sozinho e o acompanhem com o conforto da Palavra de Deus, dos sacramentos e da oração. “Gostaria de rezar hoje pelos pastores que devem acompanhar o povo de Deus nesta crise. Que o Senhor lhes dê a força e também a capacidade de escolher os meios melhores para ajudar. Nem sempre as medidas drásticas são boas, por isso rezemos para que o Espírito Santo dê aos pastores a capacidade e o discernimento pastoral a fim de que providenciem medidas que não deixem sozinho o santo povo fiel de Deus. Que o povo de Deus se sinta acompanhado pelos pastores e pelo conforto da Palavra de Deus, dos sacramentos e da oração”, disse o Santo Padre.
Atendendo o convite do Papa, o presidente do Regional Sul 4 da Conferência Nacional do Bispos do Brasil (CNBB), e bispo diocesano de Caçador, dom frei Severino Clasen, ofm, em nota emitida na tarde de hoje, 13, vem alertar o povo de Deus, espalhado por todo território catarinense, em especial aos que estão à frente das pastorais, movimentos, serviços e organismos da Igreja, para os cuidados e medidas a serem tomadas diante da realização de atividades, eventos e celebrações em vista da Ação Evangelizadora em Santa Catarina. Leia a nota na íntegra:

Orientações do Regional Sul 4 da CNBB para a prevenção do novo coronavírus e outras doenças

Prevenir, acolher, cuidar – A missão da Igreja é evangelizar, à luz da Palavra de Deus, para que todos tenham vida saudável e em plenitude.
No momento em que o mundo desperta preocupação com o novo coronavírus, o Regional Sul 4 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), vem a público alertar sobre as ameaças contra a saúde do nosso povo.
O novo coronavírus já chegou ao Brasil e temos notícias que Santa Catarina, que já sofre graves consequências com o crescente número de casos de dengue e sarampo, possui casos confirmados de infectados.
Para que não sejamos tomados de surpresa, alertamos às pastorais, movimentos, serviços e organismos da Igreja em Santa Catarina, para alguns cuidados e medidas a serem tomadas na realização de atividades, eventos e celebrações em vista da evangelização. Cada Diocese também é convida a emitir orientações, respeitando a cultura e as particularidades do nosso povo.

Durante atividades e celebrações:
• Evitar o aperto de mãos na acolhida aos fiéis;
• Não dar as mãos durante a oração do Pai nosso;
• Omitir o abraço da paz;
• Distribuir a comunhão somente sob uma espécie, exclusivamente, na mão, garantindo que o fiel comungue diante do ministro;
• Os colaboradores que cuidam das ofertas, ao recolherem, utilize proteção, igualmente aos que tiverem algum contato com objetos de uso público nas celebrações;
• Higienizar as mãos, muitas vezes, com água e sabão ou álcool em gel;
• Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
• Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis a cada uso) a boca e o nariz ao tossir ou espirrar;
• Evitar tocar olhos, nariz e boca e compartilhar objetos pessoais;
• Manter os ambientes ventilados e, por isso, portas e janelas de Igrejas ou espaços usados para reuniões e encontros fiquem abertas.
Estas orientações vêm de encontro com a proposta da Campanha da Fraternidade 2020. Juntos superaremos as ameaças contra a vida, o maior Dom que temos. Que o Bom Samaritano que viu, sentiu compaixão e cuidou, nos inspire para a mesma atitude. Deus nos abençoe e tenhamos saúde, paz e harmonia na Quaresma, rumo à Páscoa do Senhor.

 

Dom frei Severino Clasen, ofm
Presidente da CNBB Regional Sul 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X